Dia da Enfermagem: profissional do ICEPi fala sobre desafios da profissão

12/05/2022 08h53 - Atualizado em 13/05/2022 07h53

Orientações aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), tratamentos de feridas e acompanhamentos de exames são algumas das atividades cotidianas realizadas pelo enfermeiro Rafael dos Santos e os companheiros de profissão, que atuam no Consultório na Rua, projeto do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi).

Rafael dos Santos atua no município de Aracruz, região Metropolitana de Saúde. No Dia Internacional da Enfermagem, nesta quinta-feira (12), o profissional define o trabalho que desempenha como a escolha mais importante da vida, capaz de proporcionar grandes desafios e aprendizados.

“Sou formado há 15 anos e comecei minha jornada na área hospitalar. Sempre sonhei com essa primeira assistência ao cidadão, criando um vínculo humanizado. Foi na enfermagem que encontrei todos esses fatores. Como enfermeiro, consigo compreender melhor a vida e me realizar tanto profissionalmente quanto pessoalmente”, disse Rafael dos Santos.

Como profissional em formação pelo ICEPi há cinco meses, o enfermeiro e a equipe multidisciplinar do projeto buscam garantir acesso com equidade aos serviços da Atenção Primária à Saúde (APS) para pessoas em situação de rua. Por meio de visitas em pontos estratégicos, são desenvolvidas ações integrais de acordo com a necessidade da população, como curativos, pré-natais, atendimento odontológico e psicológico.

Para Rafael dos Santos, o Instituto contribui com o aperfeiçoamento das práticas e motiva as atribuições da categoria na sociedade. Além disso, o enfermeiro destaca a importância do contato mais próximo com as pessoas e como o ato contribui positivamente no quadro clínico do usuário.

“Com o ICEPi, tenho a oportunidade de me apropriar de inovações em saúde não apresentadas durante a graduação, o que contribui muito para a minha formação acadêmica e prática. Ressalto também a minha liberdade de criar laços com meus usuários e, com isso, acredito que o tratamento seja mais eficaz”, disse o enfermeiro.

Profissionais em formação pelo ICEPi

O ICEPi conta com diversos projetos e programas que têm como objetivo aumentar o acesso da população capixaba aos serviços do SUS. Entre eles está o Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Qualifica-APS), que, por meio de cooperação entre Estado e municípios, proporciona a formação de profissionais para atuação na linha de frente do atendimento em Unidades de Saúde do Estado. O Consultório na Rua faz parte do Qualifica APS, por meio do Provimento e Fixação de Profissionais.

Atualmente, o ICEPi conta com 583 enfermeiros em formação, em diversos programas e projetos, como no Dimensionamento da Força de Trabalho nos Hospitais; no Programa de Gestão do Acesso e da Qualidade da Assistência nas Redes de Atenção à Saúde (PGAQ); nas especializações; no Samu Para Todos; no Viana Vacinada, entre outros.

Informações à Imprensa:

Coordenadoria de Comunicação em Saúde – Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi)

Gabriel Torobay / Mayra Scarpi / Mariela Pitanga

icepi.comunicacao@saude.es.gov.br 

Assessoria de Comunicação - Superintendência da Regional Metropolitana de Saúde

Danielly Schulthais

daniellyschulthais@saude.es.gov.br 

Busca