Profissionais de saúde promovem ações em alusão ao ‘Dezembro Vermelho’

04/01/2023 08h03 - Atualizado em 06/01/2023 08h04

A campanha de “Dezembro Vermelho” tem como objetivo mobilizar a sociedade na luta contra a transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) como sífilis, hepatites B e C, herpes genital, entre outras. Para conscientizar a população, profissionais do Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Qualifica-APS), do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), realizaram diversas ações ao longo do mês.

Em Baixo Guandu, na região noroeste do Estado, funcionários de uma empresa de engenharia receberam informações sobre o HIV durante a palestra desenvolvida pela enfermeira Renata Santolin Borges. A profissional destacou a importância da conscientização e do combate à transmissão do HIV.

“Apesar de termos acesso à informação de uma forma tão ampla, as pessoas ainda acabam se descuidando em muitas situações. Por isso, esses momentos de educação em saúde são importantes. Temos que falar sobre a importância da prevenção e na testagem rápida para garantir o diagnóstico”, afirmou a enfermeira.

Em Aracruz, na Região Metropolitana de Saúde, foi realizada uma palestra com o tema “Hepatites”, com a participação de 40 colaboradores de uma empresa participaram.

Na ocasião, a equipe de profissionais da saúde composta por técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e a enfermeira que atua na Estratégia de Saúde da Família (ESF) na Unidade Básica de Saúde (UBS) Jequitibá, Grettiane Mattos Cruz, alertaram sobre a importância da prevenção não só da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), mas de outras ISTs.

Outra ação executada no município foi a roda de conversa com pessoas em situação de rua, que são acompanhadas por uma equipe de saúde do Consultório na Rua, localizada na Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Rica. O projeto faz parte do Componente de Provimento e Fixação de Profissionais do ICEPi.

Além de conscientizar e enfatizar a importância das pessoas se protegerem e de fazerem o teste de HIV, os profissionais de saúde alertaram ainda sobre a prevenção e sobre as demais ISTs, além de entregarem kits com preservativos.

“Nossa equipe teve como foco principal as pessoas em situação vulnerável, entre elas as que estão em situação de rua. Por isso, fomos conscientizá-los sobre a importância do combate e a prevenção à Aids”, explicou a enfermeira e docente-assistencial do Consultório na Rua, Monara Souza Vieira.

Outro eixo de atuação é o acolhimento das pessoas portadoras do vírus. A coordenadora do Provimento, Thaís Maranhão, reforça a importância do trabalho realizado. “ O SUS é um sistema universal, integral, público e um dos poucos no mundo que oferece tratamento para quem já tem HIV ou outras ISTs. Além das campanhas de prevenção que são realizadas em todo o país, os profissionais acolhem as pessoas portadoras do vírus para que saibam dos seus direitos ao tratamento gratuito pelo SUS”, reforça.

Informações à Imprensa:

Coordenadoria de Comunicação em Saúde – Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi)

Gabriel Torobay / Mayra Scarpi 

icepi.comunicacao@saude.es.gov.br 

Assessoria de Comunicação – Superintendência da Regional Central de Saúde

Lorena Zonta

Busca