Segundo dia do Congresso Internacional da Rede Unida debate educação na saúde

21/06/2022 08h48 - Atualizado em 24/06/2022 08h42

O tema educação na saúde foi um dos destaques do segundo dia do 15º Congresso Internacional da Rede Unida, que aconteceu na última sexta-feira (17), na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória. A primeira atividade do dia foi um fórum internacional que contou com a participação virtual do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e a presença da coordenadora do Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Qualifica-APS), Liu Leal. 

O secretário explicou a atuação do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), especialmente do Qualifica-APS. "Criamos uma engrenagem de provimentos e reestruturação do SUS (Sistema Único de Saúde), com uma estratégia para qualificar e expandir a APS. Nós reconhecemos a gestão municipal como um ator no ecossistema de inovação", disse Nésio Fernandes. 

Ainda no dia 17, as atividades continuaram no período da tarde, com o VI Fórum Internacional de Cooperação em Saúde e Políticas Públicas. Estiveram presentes na mesa os integrantes da Rede Unida, Maria Augusta Nicoli e Alcindo Ferla; o diretor do ICEPi, Fabiano Ribeiro, além de participações internacionais de forma on-line. 

Na ocasião, foram discutidas estratégias de fortalecimento e garantia do acesso à saúde para todos os cidadãos. Os participantes também compartilharam experiências das atividades realizadas no Brasil e na Itália, além de destacarem a importância das cooperações para a garantia da assistência adequada e da qualidade na saúde pública. 

Fabiano Ribeiro destacou a importância desse encontro e como o trabalho desenvolvido pelo Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde contribui para o acolhimento e a educação da sociedade, servindo como referência nacional e no exterior.

“A oportunidade que temos no Congresso é fundamental para abordarmos temas relevantes e dividirmos técnicas de trabalho, agregando principalmente na abordagem ao paciente em diferentes situações e territórios. Ressalto que o trabalho do ICEPi, com ênfase no Projeto de Educação Popular em Saúde no Sistema Único de Saúde (Pedpopsus-ES), permite evidenciar as atividades de formação e articulação dos profissionais de saúde nas comunidades, mostrando que a medicina vai além de procedimentos clínicos, com foco no cuidado social como um todo”, pontuou Ribeiro.  

Ainda na linha do cuidado à população, foi abordado em uma das távolas o tema da Saúde Mental em Liberdade. Nesse caso, especialistas defenderam o serviço no Sistema Único de Saúde, reforçando a necessidade de abordagens de acordo com cada paciente e investimentos em locais adequados para o acolhimento.

A 15ª edição do Congresso Internacional da Rede Unida teve início na última quinta-feira (16) e se estendeu até esse domingo (19), com palestras realizadas na Ufes. O evento teve como objetivo compartilhar experiências de organizações nacionais e internacionais em saúde e educação, além de debater temas, como a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), racismo, direitos humanos, acessibilidade e terapias indígenas e alternativas.  

 

Informações à Imprensa:

Coordenadoria de Comunicação em Saúde – Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi)

Gabriel Torobay / Mayra Scarpi / Mariela Pitanga

icepi.comunicacao@saude.es.gov.br 

 

Assessoria de Comunicação – Superintendência da Regional Metropolitana de Saúde

Danielly Schulthais

daniellyschulthais@saude.es.gov.br 

Fotos: Bruna Miranda

Busca