Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação (ICEPi)

CONHEÇA O INSTITUTO

O Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação (ICEPi) é responsável por coordenar políticas de inovação em saúde, a partir da formação e qualificação de profissionais e do desenvolvimento de projetos de pesquisas científicas e tecnológicas. Criado em junho 2019, o instituto tem como desafio aumentar a eficácia e a qualidade dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo.


O instituto faz parte da Secretaria Estadual da Saúde do Espírito Santo (SESA) e tem como principal objetivo aumentar o acesso da população ao sistema de saúde por meio da qualificação de profissionais e modernização das práticas de cuidado da rede própria e no apoio aos municípios.


MISSÃO

Desenvolver políticas e ações de educação, pesquisa, extensão, cooperação técnico-científica, produção e divulgação de conhecimento científico, tecnológica e de inovação no campo da saúde. Estas devem estar articuladas as atividades e serviços do SUS, de forma a contribuir com a qualidade, eficácia e responsabilidade social, com o objetivo de qualificar a atenção, a gestão, a formação e a participação social no sistema de saúde.

VISÃO

Constituir-se e manter-se como um centro de excelência na educação de trabalhadores e gestores de saúde, no desenvolvimento científico, tecnológico, de inovação e de produção de tecnologias de gestão, atenção e educação, para responder aos desafios e necessidades do SUS de forma eficiente, inovadora e resolutiva.


ÁREAS DE ATUAÇÃO

As Áreas de atuação do ICEPi são:

  • Formação e desenvolvimento de trabalhadores para o SUS;
  • Educação permanente;
  • Integração entre ensino, serviço e comunidade;
  • Pesquisa científica e inovação tecnológica;
  • Dimensionamento, provimento e fixação de profissionais da saúde;
  • Tecnologia da informação e comunicação para a saúde; 
  • Formação e qualificação dos trabalhadores da saúde de Nível Médio.

PROGRAMAS

Atualmente, o instituto coordena seis programas com abrangência em 72 municípios, impactando mais de 3.545.522 pessoas (IBGE, 2020). Os programas são: 

  • Programa de Urgência e Emergência (Samu para Todos)
  • Programas de Residências em Saúde
  • Programa de Tecnologias de Informação e Comunicação Aplicadas à Saúde (ProticSUS) 
  • Programa de Qualificação da Rede de Atenção à Saúde
  • Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Qualifica APS)
  • Programa Regulação Formativa

LABORATÓRIOS

O ICEPi também executa projetos de pesquisa e inovação por meio dos três laboratórios:

    • Laboratório De Inovação, Práticas, Regulação e Atenção Em Saúde (Lipras)
    • iLab SUS
    • iLab Pesquisa